sexta-feira, 15 de junho de 2012

Fér[i]as no Ninho
























Na estrada da solidão caminho
e não, não penso em voltar
Ainda que movida pelo vinho
encantos do ar... brilho do altar.

No espelho do tempo, imperfeição
que não, não queria existir
mas a cicatriz profunda é paixão
como força da orquídea a florir!

Vejo um suspiro ou um bocejo
mas ninguém prevê esse sorriso
que aqui encontro... no paraíso!

Ouço o vento que suplica o beijo.
Não sei se é sono ou embriaguez
mas quero sentir isso até o fim do mês...


____________________________________

Fernanda de Lima Almada 

15 de junho de 2012
22:32h

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Sorte















Volúpia em forma de ondas
não raras com seu vai e vem
de gosto salgado e visão doce
compõem movimentos ainda além.

Sobre a rocha e membro rígidos
No canto, encanto em alma de flor
e corpos entrelaçam nessa dança
de sedução, toque e calor.

Exibe suas curvas, o umbigo,
o tufão da morte que trapaceia
na magia do cabelo molhado

E penso em silêncio comigo:
"Sorte sua, mulher sereia,
não ter c* para ser procurado."


      Fernanda de Lima Almada 
     11 de junho de 2012
     09:32h


http://www.recantodasletras.com.br/autores/fernandaalmada

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Aridez












A transcrever o humor do dia
só a chuva compõe a melodia
e preguiçosa... a vida umedece
Tece
Aperta o nó da corda do tempo
e não alcança minha garganta
que permanece seca.


Fernanda de Lima Almada

07 de junho de 2012
13:34h

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Sinto em cinco















E com esse calor outonal
sinto verão na proximidade de inverno.
Inferno?!

Estações flutuantes
mal traçando o tempo no curso do trem
Entre sóis, folhas secas, poeira e orvalho
na lógica do inconsciente que não se vê...

Vendaval do qual não se pode fugir...

Leva ao passado e lembra
o engano do encontro desconcertado
que está lá longe e foi ontem
na estrada em looping de [r]evoluções.

Tempo que tivemos e hoje contamos cinco!
Com coração quente que derrete do corpo o gelo
vivendo esse sonho que com você eu sinto
quando brincamos e brindamos as primaveras...

______________________________________

Fernanda de Lima Almada


04 de junho de 2012
15:42h


{Cinco anos construindo o Amor...}

http://www.recantodasletras.com.br/autores/fernandaalmada